AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Ambiente Imagens Dispersas 2016 – 12º Encontro de Fotografia Cidade de Ovar (AMBID2016-12EFCO)
Concurso de Fotografia AMBID2016

A Associação Juvenil Amigos do Cáster têm o prazer de apresentar os resultados das CATEGORIAS do concurso de fotografia AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016: Grande Prémio, Fauna, Flora e Fungos, Paisagens e Habitats.

Resultados na página facebook dos Amigos do Cáster Fotografias e Autores

Puffin studio
Mario Suarez Porras
Oviedo – Espanha

Entrega de Prémios na página facebook dos Amigos do Cáster: Autores

Categoria Ambiente Imagens Dispersas

AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Ambiente Imagens Dispersas 2016 – 12º Encontro de Fotografia Cidade de Ovar (AMBID2016-12EFCO)
Concurso de Fotografia AMBID2016

A Associação Juvenil Amigos do Cáster tem o prazer de apresentar os resultados da CATEGORIA “Ovar” do concurso de fotografia AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Resultados na página facebook dos Amigos do Cáster Fotografias e Autores

Vencedor Categoria Ovar/Winner Category
Miragem (Furadouro, Ovar) – Mário Lisboa Varanda

Entrega de Prémios na página facebook dos Amigos do Cáster: Autores

Categoria Ambiente Imagens Dispersas

AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Ambiente Imagens Dispersas 2016 – 12º Encontro de Fotografia Cidade de Ovar (AMBID2016-12EFCO)
Concurso de Fotografia AMBID2016

A Associação Juvenil Amigos do Cáster tem o prazer de apresentar os resultados da CATEGORIA “Escolas Ovar” do concurso de fotografia AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Resultados na página facebook dos Amigos do Cáster Fotografias e Autores

Vencedor Categoria Escolas Ovar
Azul e Verde – Inês Católico
Escola Secundária José Macedo Fragateiro

Entrega de Prémios na página facebook dos Amigos do Cáster: Autores

Categoria Ambiente Imagens Dispersas

AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Ambiente Imagens Dispersas 2016 – 12º Encontro de Fotografia Cidade de Ovar (AMBID2016-12EFCO)
Concurso de Fotografia AMBID2016

A Associação Juvenil Amigos do Cáster tem o prazer de apresentar os resultados da CATEGORIA “PÚBLICO” do concurso de fotografia AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2016

Resultados na página facebook dos Amigos do Cáster: Fotografias e Autores

Vencedor Categoria Público/Category Winner
Simetria Reflexa – Fábio Campos
Ovar – Portugal – 462 Votos

Entrega de Prémios na página facebook dos Amigos do Cáster: Autores

Categoria Ambiente Imagens Dispersas

VESPA ASIÁTICA EM OVAR

Os Amigos do Cáster e a Quercus informam que muito recentemente foi descoberto por populares um ninho de Vespa Asiática no centro de Ovar. Este ninho encontrava-se no alto de um pinheiro azul numa casa devoluta localizada junto ao Hotel Meia-Lua. Nesta segunda-feira, 10 de Outubro, este ninho foi destruído pela Câmara Municipal de Ovar.
Importa referir, que em 2016 já foram destruídos 20 ninhos desta espécie neste concelho, informa a Câmara Municipal de Ovar.

A população de Ovar deve estar vigilante

Os Amigos do Cáster e a Quercus consideram importante a vigilância da população para este problema dadas as possíveis consequências na segurança pública e certas repercussões no ambiente, na produção de mel e na produção agrícola.

Vigilância passiva

A detecção ou a suspeita de existência de ninho ou de exemplares de Vespa Asiática Vespa velutina nigrithorax deverá ser comunicada para uma das seguintes instâncias, o portal www.sosvespa.pt, linha SOS AMBIENTE (808 200 520), Câmara Municipal de Ovar ou Junta de Freguesia mais próxima do local.

A população deve estar atenta não apenas à ocorrência de ninhos. Também se deve preocupar com a sua destruição. Por conveniência ou desconhecimento, é frequente destruírem-se ninhos de vespa crabro, espécie tradicional desta região, que compete com a vespa asiática dificultando a sua disseminação. Este facto pode acontecer. A responsabilidade de destruir ninhos de vespas cabe exclusivamente à Câmara Municipal de Ovar e à Protecção Civil. Pessoas ou entidades não credenciadas para o efeito devem ser denunciadas linha SOS AMBIENTE (808 200 520).

Identificação

A Vespa velutina é uma vespa de grandes dimensões. A cabeça é preta com face laranja/amarelada. O corpo é castanho-escuro ou preto, aveludado, delimitado por uma faixa fina amarela e com um único segmento abdominal amarelado-alaranjado, o que torna difícil de a confundir com qualquer outra espécie. As asas são escuras e as patas castanhas com as extremidades amarelas.
O tamanho da Vespa velutina varia de acordo com o alimento, o lugar e a temperatura, sendo contudo uma das maiores espécies de vespas.
A rainha pode ter até 3,5 cm.

Os ninhos, constituídos por fibras de celulose mastigadas, têm uma forma redonda ou em pera, com uma abertura semelhante a uma saída lateral, podendo atingir um metro de altura e cerca de 50-80 cm de diâmetro, e são geralmente construídos em árvores com alturas superiores a 5 metros. Cada ninho pode albergar cerca de 2 000 vespas.

Introdução da espécie na Europa e em Portugal

Segundo o ICNF a introdução da Vespa Asiática involuntária na Europa ocorreu em 2004 no território francês, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012. Esta infestação tem progredido a grande velocidade de norte para sul de Portugal. Inicialmente só ocorriam colónias no norte de Portugal, nomeadamente no Minho, actualmente já ocorrem com muita frequência na região de Aveiro.

Impacto na segurança pública e no ambiente

Como já foi referido esta introdução tem impacto negativo na apicultura, produção agrícola, na segurança pública e no ambiente.

Na segurança pública: embora não sendo mais agressiva para o ser humano do que a vespa autóctone, reage de forma bastante agressiva às ameaças ao seu ninho; perante uma ameaça ou vibração a 5 metros, produz-se uma resposta de grupo que pode perseguir a fonte da ameaça durante cerca de 500 metros. Além disso, o grande tamanho que podem atingir os ninhos e em algumas ocasiões a sua localização em zonas urbanas ou periurbanas, podem resultar em maior risco para os cidadãos.

No ambiente: é uma espécie invasora, predadora natural das abelhas e outros insectos, o que pode eventualmente originar a médio prazo impactos significativos na biodiversidade, em particular nas espécies de vespas nativas e nas populações de outros insectos. Como efeitos colaterais da diminuição de insectos autóctones (nativos), pode ocorrer uma menor polinização de espécies da vegetação natural ou cultivada, diminuindo também a biodiversidade vegetal.

As Direcções dos Amigos do Cáster e da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Ovar, 11 de Outubro de 2016

Categoria Conservação da Natureza

8º ECO-CICLO-PEDI-AQUA-PAPER

A Associação Amigos do Cáster dando continuidade ao estímulo, ao gosto pela descoberta e o respeito pela conservação do meio ambiente organizou mais um Eco-Ciclo-Pedi-Aqua-Paper no passado dia 24 de setembro.

É sempre uma oportunidade para os participantes redescobrirem a nossa cidade, com estreita proximidade com o meio natural, património cultural, em que o Ambiente e a história são os temas abordados em cada canto da cidade.
E desta vez não foi diferente, puderam fazer a Rota Museu do Azulejo conduzidos pela Tânia Guimarães da Câmara Municipal de Ovar, a quem expressamos o nosso agradecimento. Seguiram-se provas de apurar os sentidos, de conhecimento, de destreza e criatividade.
Fiquem com as fotografias que, mais do que as palavras, contam esta actividade.

Texto: Eliana Duarte
Fotos: Carla Gomes e Eliana Duarte

Categoria Eco-paper

EDUCAÇÃO AMBIENTAL – CS HABITOVAR

A 12 de Agosto de 2016, sexta-feira, pela segunda vez os Amigos do Cáster juntaram-se às crianças do ATL das férias de verão do Centro Social da Habitovar (CSH).
Desta vez, este grupo deslocou-se de comboio ao BIORIA para usufruir dos percursos “rio Jardim” e “Bocage”, estabelecendo uma relação estreita, alegre e respeitosa com o meio envolvente. Depois mostraram e falaram sobre o seu registo de campo no Centro de Interpretação Ambiental do BIORIA.
Foram várias horas de convivência e descoberta.

Categoria Biodiversidade, Conservação da Natureza, Educação Ambiental

8º ECO-CICLO-PEDI-AQUA-PAPER

Ficha de Inscrição

Categoria Eco-paper

EDUCAÇÃO AMBIENTAL – CS HABITOVAR

A 10 de Agosto de 2016, quarta-feira, os Amigos do Cáster estiveram no Centro Social da Habitovar (CSH) para envolver as crianças do ATL de férias de verão na causa ambiental.

Neste dia os Amigos do Cáster promoveram as relações favoráveis entre a agricultura biológica e determinados agentes faunísticos, e daqui, partiram para a construção de alguns equipamentos que favorecem a proliferação da fauna. Foi o caso da construção dos abrigos para morcegos e comedouros para aves.
Este grupo também se divertiu com a caça ao “tesouro” na área natural em torno do CSH.

Categoria Biodiversidade, Conservação da Natureza, Educação Ambiental

LIMPEZA DUNAS ESMORIZ

Acção Ambiental na Praia de Esmoriz
Resultado: Recolha de 1420 kg de chorão-das-praias (espécie exótica invasora)
Este fim-de-semana estivemos com a SPEA – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, a Unidade de Vida Selvagem – Wildlife Research Unit e a Associação BioLiving em Esmoriz e Paramos, no âmbito do projecto Cidadania pela Natureza, numa acção de voluntariado para a protecção das dunas através da recolha de lixo e remoção de chorão-das-praias (espécie exótica invasora).

Fotografias de Magda Moreira

Categoria Biodiversidade, Educação Ambiental