AMBID 2013

AMBIENTE IMAGENS DISPERSAS 2013
9º Encontro de Fotografia Cidade de Ovar

João Petronilho

As Matas da Gândara: história, biodiversidade e emoções

A Gândara estende-se pelo litoral a norte da Serra da Boa Viagem, até encontrar a Ria de Aveiro por entre os concelhos da Figueira da Foz, Cantanhede, Mira e Vagos. Ventos, areia e água modelaram esta região, criando e destruindo terra. Apesar de não o parecer, a paisagem gândaresa foi fortemente antropomorfizada, tocada pela mão humana, numa relação tumultuosa, mas apaixonada.
Uma parte substancial das matas do território da Gândara assumem num contexto regional, e até mesmo nacional, uma elevada importância para preservação de valiosos valores florísticos e faunísticos. Daí a sua integração na Rede Natura 2000, debaixo da diretiva Habitats. Nas matas, onde o Pinheiro-bravo Pinus pinaster domina, a existência de charcos temporários, drenos, ribeiros, matos, sub-bosque e o contacto intimo com as lagoas que rodeiam, proporcionam condições ideais para albergar e atrair inúmeros seres vivos. Entre eles contam-se espécies comuns, como o Tentilhão Fingilla coelebs ou mais difíceis de observar, como discreto Açor Accipiter gentillis (cuja população é uma das mais bem estudadas em Portugal) ou raras e de distribuição localizada, como é o caso da Urticularia australis, uma pequena planta carnívora.
Esta apresentação conduz-nos numa viajem ao passado, dando-nos a conhecer um pouco da história da origem da mata, ilustra a sua presente biodiversidade e reflete as emoções que esta “manta verde” desperta no autor.

Síntese Biográfica

João Petronilho é natural de Mira, onde nasceu em 1964. Desde muito novo que o fascínio pela natureza o impeliu a percorrer os trilhos dos “bichos”, procurando, deste modo, desvendar e conhecer melhor o mundo que o rodeia. Guarda Florestal, naturalista e fotógrafo amador, dedica parte do seu tempo livre à observação e estudo das aves, bem como à fotografia da natureza. Ao longo do seu percurso pelo mundo da natureza coordenou, orientou e participou em diferentes trabalhos de campo de atlas, censos, ecologia alimentar e anilhagem cientifica de aves. É autor de dois livros: Fauna do Concelho de Mira e A Serra Encantada, este último em co-autoria. No domínio da ornitologia publicou variados artigos de carácter científico ou divulgativo em revistas da especialidade. A nível fotográfico as suas imagens ilustram painéis informativos, museus e diversos guias e revistas. Foi premiado e distinguido em diversos concursos de fotografia de natureza nacionais e internacionais. Realizou várias exposições a título individual e colectivo, em Portugal e no estrangeiro, relativas à fauna e flora do Sítio Natura 2000 “Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas” e à ”Serra da Freita”.

www.joaopetronilho.blogspot.com / www.aserraencantada.blogspot.com